Postagens

Narin, Glossário

Imagem
Narin (1976) Neste post traduzirei na íntegra o Glossário presente no relatório de Narin. Manterei a ordem original, mesmo que na tradução a ordem alfabética se perca.
Glossário
Este glossário limita-se a terminologia da bibliometria avaliativa. Alguns termos inclusos no glossários possuem outros significados além do bibliométrico; alguns termos não inclusos no glossário, particularmente os estatísticos e matemáticos, possuem referências no texto para artigos explanatórios ou podem ser vistos em qualquer dicionário padrão.
CONTAGEM (DE PUBLICAÇÃO) AUTOR PAÍS: O número de publicações atribuídos a um país baseado no endereço da instituição do autor.
PAREAMENTO [coupling] BIBLIOGRÁFICO: O refereciamento, comum, de dois documentos a um ou mais documentos publicados anteriormente.
BIBLIOMETRIA: Media quantitativa das propriedades de uma literatura, normalmente como auxílio na exploração da produção, distribuição e utilização de seu conteúdo.
BIG SCIENCE: O papel nacional da ciência nos anos…

Narin, Capítulo X

Imagem
Narin (1976)
Application to university ranking Neste capítulo o autor utiliza a bibliometria avaliativa para testar o índice Roose-Andersen (índice de classificação das universidade americanas);O autor conduziu uma pesquisa que levou em conta 133.000 artigos de 11 campos, muito mais do que havia sido utilizado para classificar universidades até então. A pesquisa mostrou correlações muito fortes entre a classificação de publicação e o índice Roose-Andersen das universidades, mostrou que a pesagem da influência das publicações aumenta a correlação e que o índice Roose-Andersen apresenta um halo, um efeito no qual departamentos de alto nível mascaram departamentos vizinhos menos produtivos; As correlações são feitas a partir de três conjuntos de classificação de correlação Spearman [Spearman rank correlation]:Entre o índice Roose-Andersen e o número de publicações da universidade;Entre o índice Roose-Andersen e a influência por publicação média das publicações da univerisdade;Entre o índic…

Narin, Capítulos VII, VIII e IX

Imagem
Narin (1976) Neste post falaremos de três capítulos dedicados a elaboração matemática: The influence methodology (VII); Influence maps (VIII) e Reliability (IX);
The Influence Methodology Segundo Narin, a IF é caracterizado pela designação de um conjunto de propriedades médio para um grupo de artigos, sem que seja necessária a determinação da taxa de citação de cada artigo individualmente;Narin diz:"The influence methodology assumes that, although citations to papers vary within a given journal, aggreagates of publications can be characterized by the influence measures of the journals in which they appear." Aspectos da IF são:Classificação por assunto de um revista;Classificação por tipo de pesquisa (nível), para o campo biomédico;Medições de influência por citação de cada revista: Este ponto é responsável por promover o critério qualitativo ou de utilização na análise;Narin ressalta algumas ressalvas: 1) O número total de publicações da entidade sendo analisada mede apenas a …

Narin, Capítulo VI

Imagem
Narin (1976) Operational Considerations Este capítulo é dividido em diversas seções, tópicos e subtópicos. Comentarei cada um da mesma forma que no orignial. Algumas seções podem ser omitidas.Devido a idade do texto, muitos aspectos estão datados ou podem estar desatualizados.;
1. Basics of Publication Citation Analysis Tipo de publicação:Narin comenta a importância da contagem. Em um contagem básica só levariamos em conta artigos, porém cartas, notas e reviews podem ter a mesma importância que um artigo dependendo do campo;Para a maior parte dos campos a produção pode ser contatada pelos reviews e artigos, no entanto Narin afirma que nos campos da engenenharia é mais comum a comunicação em Meetings, seguidas por uma republicação em Proceedings, assim as apresentações nestes eventos devem ser contabilizadas. Para as áreas sociais é comum a publicação de livros, que são traduzidos em artigos pela técnica de weighting, já mencionada em um capítulo anterior;Intervalo de tempo:Para a análise…

Cambridge Companion 8 - Brooke

Imagem
Cambridge Companion to Darwin (2003)
Neste capítulo Brooke discutirá a relação de Darwin e do Darwinismo com a religião cristã de modo compreensivo e sem maniqueísmo;Brooke afirma que durante a época que Darwin proferiu suas ideias o literalismo bíblico já não estava em voga nos círculos mais cultos, no entanto os leigos religiosos ainda viam as ideias darwinistas como um ataque. O mecanismo de aumento de complexidade darwinista ia diretamente contra a cosmologia da origem humana bíblica. Adão tinha sido expulso do paraíso por sua imperfeição, enquanto que a raça humana havia se tornado mais complexa e sofisticada;O autor diz que outras perguntas podem ser feitas:Se os humanos compartilham o mesmo ancestral com todos os outros seres vivos, o que significa ser "feito a imagem de Deus"?A alma aparece durante o processo evolutivo?Se somos indistinguíveis de animais, não deveríamos nos comportar da mesma forma?Brooke diz que Darwin não tinha intenção de destituir toda a moralida…

Narin, Capítulo V

Imagem
Narin (1976) Correlations with non-literature measures Narin introduz o tema afirmando:"The fundamental problem in any discussion of the validity of indicator of scientific productivity is the fact that there is no absolute standard of measure of such productivity. The classic scientific approach would be to obtain the best possible set pf indicators of quality or productivity from the literature, and validate these indicators through correlations and similar analyses with independent, objective and quantitative measures of scientific productivity and quality. Unfortunately, no such set of independent, objective, quantitative indicators exists. Thus, at present, the relationships between bibliometric measures and other measures may only be validated using a "rule of reason" approach."Logo em seguida ele pontua que as revistas e artigos científicos são a principal forma de medição, e diversos testes paralelos mostram correlação;Narin informa que medições bibliométrica…